Brincadeira Mortal | CONTOS DE TERROR
Você está aqui: Home > Contos Clássicos > Brincadeira Mortal

Brincadeira Mortal

PDF Imprimir E-mail
(7 votos, média de 4.57 em 5)
Escrito por Irmãos Grimm   
Sáb, 16 de Junho de 2018 00:00

 

 

Brincadeira Mortal

 

 

BRINCADEIRA MORTAL

Jacob & Wilhelm Grimm


 

Certa feita, um pai matou um porco na presença dos filhos.


À tarde, quando brincavam, uma criança disse à outra:


— Você será o porquinho e eu serei o açougueiro.


O menino empunhou uma faca e mergulhou-a na garganta do irmãozinho.


A mãe estava no andar de cima, dando banho noutro filho, quando ouviu o grito. Desceu, prontamente, as escadas. Ao ver o que acontecera, a mulher extraiu a faca fincada na garganta da criança e, tomada de incontrolável fúria, apunhalou o menino,  que se fizera de açougueiro, no coração.


Correu, então, ao quarto para cuidar do filhinho que deixara na banheira. Mas, ao chegar, viu que a criancinha se afogara.  A mulher ficou tão assustada e desesperada que não permitiu que os criados a confortassem. E, por fim, enforcou-se.


Quando o marido voltou dos campos, e viu o que se passara, caiu numa tristeza tão profunda que morreu pouco depois.


 

Tradução (indireta): Paulo Soriano



 
Autor: Irmãos Grimm

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

PageRank

Pesquisa de informações

Leitores Online

 

Área de Autenticação








Após o cadastro, acesse seu e-mail e siga as instruções.
Copyright © 2018 CONTOS DE TERROR. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.